Vereadores recusam projeto de parcelamento do FMSS e mantém Russas na lista negra da Uniao.


19/04/2013 - Secretaria de Governo - Igor Raneelle

Na sessão da noite desta quinta feira, Vereadores recusaram projeto de parcelamento da divida do FMSS – Fundo Municipal de Seguridade Social de Russas. O projeto enviado a aquela Casa Legislativa pelo prefeito Weber Araújo, era considerado fundamental para retirar o município da lista de inadimplentes da união.

Somente a divida do FMSS ultrapassa o valor de R$ 6 milhões, de acordo com informações da administração.

Em mais uma sessão onde as galerias estavam lotadas (foto), o projeto foi recusado por 8 votos a 7. Com a decisão polêmica, o município continua na lista negra da união e fica impedido de receber recursos e emendas federais. “Quem perde é o município  Lamentavelmente, os vereadores não conseguiram separar a necessidade do município de questões políticas ou pessoais. Mas vamos dar a volta por cima. Existem outras alternativas e vamos buscá-las”, comentou o prefeito.

A Assessoria Jurídica da Prefeitura, estuda uma alternativa para retirar o município da inadimplência. Uma delas seria responsabilizar criminalmente o ex-prefeito pelos 18 meses de ausência de prestações de contas junto ao fundo, o que gerou dívida.



Comentários

  1. Helano Maia disse:

    Eram quantas parcelas mesmo? Quais eram os valores das parcelas? TINHA ESSAS INFORMAÇÕES NO PROJETO DE LEI?

  2. Helano Maia disse:

    Essa não é a única e nem a melhor alternativa, por que o prefeito não manda um projeto passando a previdência para o INSS? No INSS já existe um saldo de 10 milhões, pagaria de imediato os atuais 6 milhões e ainda sobraria mais 4. Por que o digníssimo atual gestor não faz isso?

  3. Prof. Paulo Gonçalo disse:

    Seria interessante que o projeto de lei enviado pelo prefeito a câmara fosse divulgado na notícia através de um link, para que a população pudesse ler o teor da proposta que foi recusada.

Deixe seu comentário

ACESSO RÁPIDO