Russas realiza nesta sexta (18) o Dia “D” da Campanha Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes


17/05/2018 - Secretaria do Trabalho e Assistência Social - Cláudio Moura

O 18 de maio foi instituído pela Lei Federal 9.970/00 como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Este é o 18° ano em que os municípios brasileiros realizam uma importante campanha com a finalidade de através da ampla divulgação sensibilizar as pessoas para o combate à violência sexual contra crianças e adolescentes.

A Prefeitura de Russas, não faz diferente, e assim como todos os anos, vem desde o dia 03 de maio promovendo ações da Campanha de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes – #PODESERABUSO, realizada pela equipe do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, numa grande parceria com a rede Socioassistencial e outras Políticas Públicas do Município.

Durante esses dias foram realizadas diferentes ações de sensibilização como: oficinas com os alunos das escolas públicas municipais, blitz educativa e adesivaço no Posto da PRF, oficina com Agentes Sociais (trabalhadores da SETAS), visitas institucionais (UPA, Hospital, Centro de Reabilitação, Policlínica, CEO/Estadual, Centro de Saúde, Casa do Cidadão, SAE, CRAS COF/BTS e  CadÚnico – distribuição de materiais informativos), palestra com Agentes Comunitários de Saúde e Presidentes de Associações Comunitárias.

Para esta sexta-feira, 18, dia “D” da Campanha, a equipe da CREAS busca de todas as formas sensibilizar o maior número possível de pessoas para o combate à violência sexual contra crianças e adolescentes. Logo cedo, será realizado abordagem social com distribuição de materiais informativos e oficina temática com os alunos das escolas: Luís Ferreira Lima (Melancias), Padre Pedro de Alcântara (Retiro), Nossa Senhora de Fátima (Bom Sucesso), Joaquim Simplício (Poço de onça) e José Ricardo de Matos (Ingá), por ocasião da 3º edição do Programa Setas + perto de você, na comunidade de Ingá. Seguindo a programação do dia, será realizada uma grande e importante mobilização as 16h no sinal da Matriz, uma grande concentração envolvendo toda a Rede de Proteção da Criança e do Adolescente para realização de uma Blitz Educativa, com distribuição de materiais e adesivação dos veículos. A Campanha prosseguirá até o dia 29/05, continuando com as oficinas nas escolas públicas, blitz educativa em Boqueirão do Cesário e realização do II Seminário Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual contra crianças e adolescentes.

Para a Administração Municipal é de grande importância à realização da Campanha, pois suas atividades educativas, além de esclarecerem, sensibilizam a sociedade para o tão grave problema de abuso e exploração sexual contra o público infanto-juvenil, as ações da campanha fazem com que a sociedade conheça mais ainda esse tipo de violência e seja encorajada a denunciar eventuais casos as autoridades competentes.

Para denunciar, a sociedade dispõe dos seguintes órgãos competentes: CREAS (88 3411-8424), Conselho Tutelar (88 3411-8425), disque 100 ou 190 e Policia Civil (88 3411.8567).

História da data

No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espirito Santo. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000. O “Caso Araceli”, como ficou conhecido, ocorreu há 43 anos, mas, infelizmente, situações absurdas como essa ainda se repetem.

 



Deixe seu comentário

ACESSO RÁPIDO