SEMUS divulga calendário de ações emergenciais de combate ao mosquito Aedes Aegypti


12/04/2019 - Secretaria de Saúde - Cláudio Moura

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), em parceria com as demais secretarias municipais realizou nesta quinta-feira, 11 de abril, no gabinete do prefeito, um encontro para discutir e definir o calendário de ações emergenciais de combate ao mosquito Aedes Aegypti.

Ficou definido então que essas ações serão iniciadas na próxima segunda-feira, quando equipes de profissionais das secretarias municipais, em parceria com a população, realizarão um grande mutirão de limpeza, vistoriando imóveis e quintais, no intuito de exterminar qualquer tipo suspeito de criadouros do mosquito.

O calendário das ações ficou assim definido: Segunda (15/04), no distrito de Lagoa Grande; terça (16/04) no distrito do Peixe; e na quarta (17/04) na comunidade de Jardim de São José, começando sempre as 07h e se estendendo por todo o dia até às 17h.

Convidamos as famílias destas comunidades a contribuir com a equipe de trabalho. Recepcione os profissionais envolvidos na ação e aprenda como combater o mosquito.

Faça sua parte cuidando da sua casa e adotando todas as medidas possíveis para combater o mosquito. Não deixe água parada, vistorie seu quintal, vede todos os depósitos que acumulam água e faça a limpeza frequentemente com escovão e água sanitária (kiboa) das paredes internas de potes, filtros, caixa d’água, baldes, tanques, tinas, entre outros. A prevenção é o melhor caminho.

Município em alerta, confira os números

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) divulgou mais um Boletim Epidemiológico das Arboviroses 2019 e os números são preocupantes.  Em 13 semanas epidemiológicas (período de 30/12/2018 a 30/03/2019) foram registrados 470 casos suspeitos de dengue, um aumento de 1.075% em relação ao mesmo período do ano de 2018, quando foram notificados apenas 40 casos.

Desses 470 casos suspeitos, 142, o que corresponde a 30,2% tiveram encerramentos por laboratório, sendo 120 conformados, 02 com sinais de alarme confirmados e 20 descartados.

Foram ainda notificados 34 casos suspeitos de febre Chikungunya, destes 03 foram confirmados, 09 descartados e os demais em investigação, e 15 casos suspeitos de Zica Vírus, com 05 diagnosticado como negativo e os demais permanecem em investigação.



Deixe seu comentário

ACESSO RÁPIDO