24 de abril de 2017
<a href="http://russas.ce.gov.br" title="In&iacute;cio"> <img src="http://russas.ce.gov.br/wp-content/themes/prefeitura2/imagens/logo.png" alt="Logo Russas" /> </a>
Praça noite

Começou nesta segunda (17/04) a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza


17/04/2017 - Destaque - Cláudio Moura

Assim como em praticamente todos os municípios brasileiros, teve início nesta segunda-feira, 17 de abril, na cidade de Russas, através da Secretaria Municipal de Saúde, a 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, que seguirá até 26 de maio, sendo que dia 13 será o Dia “D” de mobilização nacional.

Uma novidade deste ano é que os professores, tanto da rede pública como privada, passam a fazer parte do público-alvo. Os outros grupos para quem a vacina é indicada são pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar. Para esse grupo não há meta específica de vacinação. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Em Russas, as pessoas que se enquadram nos grupos de vacinação devem procurar o posto de saúde da sua comunidade ou do seu bairro para receber a dose da vacina.

Para esta edição da Campanha o Ministério da Saúde está adquirindo 60 milhões de doses da vacina, visto que, em todo país cerca 54,2 milhões de pessoas integram os grupos prioritários.

O objetivo do Ministério da Saúde é vacinar 90% desta população, considerada de risco para complicações por gripe. A meta de vacinação deste ano aumentou devido aos índices alcançados nos últimos anos, que ultrapassaram 80%. Em 2016, inclusive, foi o primeiro ano que este índice ultrapassou 90%, atingindo 93,5% de cobertura vacinal.



Deixe seu comentário